09.12.2015
• postado em #sersaudável

São inúmeros os benefícios da prática de um esporte na vida de alguém. Mas os resultados vão muito além do bem-estar e de um corpo e mente muito mais saudáveis. Conversamos com o coordenador de esportes do Complexo Educacional Contemporâneo, Gladson Soares, e o professor de futebol de salão, João Batista Júnior, que juntos relacionaram aspectos que fazem da prática esportiva uma excelente forma de aprender para a vida.

 

Colégio Contemporâneo oferece atividades esportivas a partir da Educação Infantil.



1. Estabelecer objetivos

Os esportes ensinam a estabelecer objetivos precisos e traçar planos para alcançá-los. Segundo Gladson, é preciso definir onde quer chegar, o que quer conquistar e, sobretudo, o que será necessário abrir mão para que essas metas sejam atingidas. "O sucesso de um depende do fracasso do outro. Mas para chegar ao sucesso, é preciso estar preparado, treinar muito e abrir mão de muitas coisas. Ou seja, depende exclusivamente do esforço próprio", afirma.

 

2. Autogestão

A prática dos esportes exige organização e disciplina, e o resultado a longo prazo é a formação de um cidadão mais autônomo e auto-suficiente. O coordenador cita, por exemplo, a responsabilidade que cada aluno, criança ou adolescente, tem que ter os materiais esportivos. A distribuição dos horários dos deveres escolares em relação à prática dos esportes ao longo do dia é também outra atividade importante. "Tudo isto virá junto na bagagem no dia em que ele se tornar um profissional", avalia.

 

3. Gerenciar expectativas

Os professores destacam que praticar um esporte gera expectativas de diversas origens. A primeira é do aluno com ele mesmo. A segunda é em relação ao próprio professor. A terceira, não menos importante, é muitas vezes o desejo da família ter um campeão. "O aluno terá de aprender a trabalhar com sua própria ansiedade e a dos outros, não deixando que virem cobranças com efeito contrário para ele. O mesmo acontece em outros campos da vida", coloca Gladson.

 

4. Resiliência

A vitória é a primeira ideia relacionada à prática esportiva. Mas e quando a situação é de derrota? Para os professores, o esporte está muito além de medalhas ou troféus. "Estamos constantemente em situações de êxito, falha ou fracasso. Saber reconhecer essas alternâncias faz o aluno evoluir em outras áreas e seguir em frente. Ninguém quer a derrota, mas se ela acontece, que sirva como aprendizado. Assim o aluno ganha para a vida", ressalta o professor Júnior.

 

5. Respeito a si e aos outros

Ainda segundo Júnior, a prática de esportes exige que o aluno antes de tudo aprenda a reconhecer os seus limites físicos e psicológicos. Ao mesmo tempo, sobretudo, é necessário saber respeitar os outros. "A derrota é, de certa forma, um sinal de que o adversário pode ter sido subestimado. Isso também é uma lição", afirma. Além disso, trabalha-se a dimensão da construção da afetividade. "A rivalidade só existe em campo. Lá fora, eles são amigos, colegas, fazem parte do mesmo esporte, e muitas vezes um serve de referência para o outro. O mundo profissional também vai exigir isto deles", completa.

 

0 comentários