Formação integral nos ambientes educacionais são amplamente discutidos e oferecidos como um grande diferencial no desenvolvimento das crianças e dos jovens. Nas próximas linhas, iremos abordar um pouco sobre esse tema priorizando as práticas corporais.

 Corriqueiramente é comum que os pais incentivem seus filhos a praticarem algum esporte na escola, seja pelo motivo dos benefícios à saúde pela prática regular ou um momento de diversão para além das aulas habituais. Contudo, há uma série de fatores que são fundamentais para o desenvolvimento dos alunos e algumas habilidades importantíssimas para a vida pessoal, acadêmica e profissional. 

Na Antiguidade, a prática corporal apresentava-se como sendo de grande destaque. Podemos destacar as Olimpíadas do Antigo Mundo Grego, onde ser atleta era considerado uma honra. Séculos depois, esse prestígio prevalece, porém para poucos que representam o seu país em tal evento esportivo. Neste contexto, podemos considerar que a prática esportiva ultrapassa o aspecto físico.

Neste sentido, é fundamental que saibamos exatamente quais são os benefícios das práticas corporais, em especial, das modalidades esportivas no cotidiano escolar. Mas, afinal, quais são os benefícios específicos que essa prática esportiva traz para os alunos no dia a dia?

A seguir, apresentaremos algumas das vantagens do esporte na escola e sua prática regular.

  1. Incentivar a autonomia e o autoconhecimento – Proporcionar vivências que estimulem o desenvolvimento da criticidade e da autonomia. Dessa maneira, é fundamental incentivar os nossos jovens a buscarem os seus próprios caminhos, respeitando as diversidades culturais presentes na sociedade contemporânea. A prática esportiva de forma regular desenvolve a autoconfiança, proporciona consciência emocional diante de adversidades e o amadurecimento sadio do discente.
  2. Melhorar o raciocínio lógico – Saber identificar os conflitos e mediá-los rapidamente, sem dúvidas, são uma excelente forma de trabalhar o raciocínio lógico. Além disso, os esportes desenvolvem a capacidade de estratégia e fazem com que mediar problemas seja algo mais fácil no cotidiano.
  3. Aprimorar as competências e habilidades humanas – Trabalhar em equipe é desenvolver competências e habilidades socioemocionais, como a empatia, o trabalho em equipe, a afetividade, a paciência, o autocontrole, a determinação e o espírito de pertencimento àquele grupo.
  4. Manter a saúde em sua plenitude – Praticar esportes é justamente a manutenção da saúde física e emocional, já que essas atividades são fundamentais para o bom funcionamento de nosso organismo. Essa manutenção, segundo o Blog do Ministério da Saúde (artigo publicado em 2014), ajuda a reduzir o estresse e a prevenir problemas como a depressão e a ansiedade.

São muitos benefícios, não é mesmo? Agora, que tal descobrirmos um pouco sobre os principais esportes ensinados e praticados na escola?

Futsal – Não é preciso muito para uma partida de futsal, principalmente entre as crianças. Basta uma bola, duas barras e muita disposição. Para garantir uma prática agradável, é comum que as escolas ofereçam quadras poliesportivas bem equipadas.

Basquete – Como outros esportes em grupo, o basquete estimula a sociabilidade e o respeito entre os colegas. Para as crianças tímidas que não se dão bem com o futebol, é uma oportunidade de desenvolver a autonomia, melhorar a coordenação, a rapidez nos reflexos e a resistência.

Handebol – Na mesma quadra poliesportiva em que se pratica futsal e o basquete, a escola também pode organizar partidas de handebol, um esporte que também estimula a coordenação motora dos jovens e das crianças, além de reflexo e trabalho em grupo.

Voleibol – É um aliado do desenvolvimento infantil. Os movimentos como saque, manchete, recepção e levantamento ajudam no exercício da disciplina e contribuem para um grande gasto energético.

Natação – Apresenta benefícios para o desenvolvimento de jovens e crianças, como a prevenção à obesidade e o fortalecimento da capacidade cardiorrespiratória.

Ginástica Rítmica (GR) – A GR também pode ser uma grande aliada no desenvolvimento infantil. Capaz de corrigir má postura, estimular a coordenação motora e desenvolver habilidades corporais como equilíbrio e flexibilidade.

Judô e Taekwondo – A prática das artes marciais tem sido cada vez mais comum entre as crianças, pois já se tornaram as mais preferidas por elas. Além de aumentar habilidades motoras básicas, ambas estimulam valores importantes como o companheirismo e o respeito pelo outro.

Xadrez – É um jogo que exige bastante atenção dos participantes para planejar estratégicas, além de estimular a paciência, exercitar o raciocínio lógico e, consequentemente, criar condições para que os alunos melhorem o rendimento escolar.

E-sports Os e-sports, também chamados de jogos eletrônicos, são jogos digitais disputados entre vários participantes pela internet. A presença dessa modalidade no currículo escolar ainda é tímida, mas em alguns anos se tornará cada vez mais comum nas práticas de ensino e aprendizado.

Agora que já sabemos a importância da prática esportiva no dia a dia escolar, fica uma dúvida: como, então, escolher o melhor esporte para matricular o meu filho?

É importante dizer que a preocupação com os esportes deve estar sempre em conexão direta com outros fatores fundamentais, como o ensinamento de bons valores morais, uma boa proposta pedagógica e, claro, cuidados com a saúde dos estudantes.  No entanto, questionar os responsáveis (diretoria, coordenações, professores) sobre o papel educacional dos esportes no colégio e conferir a infraestrutura esportiva do local são sempre ações necessárias. Assim, você garante que seu filho tenha um ambiente agradável para essas práticas.

Para saber mais sobre os esportes do Complexo Educacional Contemporâneo do RN e conferir outras vantagens da nossa instituição para a prática esportiva, entre em contato com a gente! Nossa equipe está sempre à disposição para sanar eventuais dúvidas e bater um papo sem compromisso com você. Aguardamos a sua visita!